Produtor Rural Cuida do Meio Ambiente há 20 anos e só tem ônus

Para o comentarista e ex-secretário de Política Agrícola, a sociedade precisa compensar o setor produtivo pelos serviços ambientais prestados

Por Benedito Rosa

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, afirmou que o governo federal pretende pagar pelos serviços ambientais prestados por produtores rurais na Amazônia. O secretário de Política Agrícola Benedito Benedito Rosa afirma é um tema reincidente e de grande importância para o setor produtivo do país. “A nação está devendo a eles [produtores]. Há 20 anos, quando começou-se a discutir o Código Florestal, percebeu-se que para o agricultor teria muito ônus e nenhum bônus”, diz.

O comentarista destaca que um quilômetro de cerca custa R$ 4 mil. “E isso ficou para o agricultor. Sem falar que de uma propriedade no Cerrado, por exemplo, 20% da área fica intocada”, afirma. “Se é para o bem do planeta, façamos. Mas por que o ônus tem que ficar com o agricultor?”, questiona.

Infelizmente, para Benedito Rosa, a fonte dos recursos segue indefinida. “A questão é: com o aperto orçamentário, nunca sobrou espaço para pagar os serviços ambientais. O ministro Ricardo Salles está trazendo um tema importante, que deveria ter sido tratado com mais prioridade pelos governos anteriores. Em função do que aconteceu na Amazônia, pelo menos levantou-se esta discussão. Esperamos que comece pela Amazônia e seja levado para o resto do país”, diz.

Para o comentarista, o Brasil deve e vai participar da Conferência do Clima deste ano (COP-25), em Madrid. “É importante participar e discutir. O problema ambiental está cada vez mais sensibilizando as pessoas, e o encontro de Madrid deve ter um espaço grande na mídia internacional”, finaliza.

Fonte: https://canalrural.uol.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *